quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

HOMENS LÉSBICAS: APÓS MUDANÇA DE SEXO [ ELES ] SE CASAM COMO [ ELAS ]

[ MUNDO ]

Você pode amputar seu pênis, casar com outro homem que fez a mesma coisa. Viverem como lésbicas. Mas nem pensem em deixar de ser gay e construir uma vida com alguém do sexo oposto.

Haha... É brincadeira né!



Jan 07, 2015 12:26 By Nathan Pynn


Dois homens que se apaixonaram e vivem juntos, irão se casar como lésbicas, após ambos serem submetidos a uma operação de mudança de sexo por completo. Parma Bertoli, de 59 anos, e sua parceira, Stephanie Nickles, de 43, iniciaram o relacionamento quando ainda eram homens, no ano de 2004. Stephanie passou por uma mudança de sexo em 2006, enquanto Parma passou pelo mesmo processo em 2008. O casal, que vive em Warndon, Worcester (EUA), também teve as certidões de nascimento alteradas.


Homens se apaixonaram e irão se casar como lésbicas após mudança de sexo do casal. Dupla se unirá na Inglaterra.

No próximo mês o casal está se preparando para usar os vestidos brancos para o casamento. Eles ficaram noivos em 2009, quando Parma ficou de joelhos para o pedido especial.


Tragicamente o casal foi forçado a adiantar o casamento, depois de Parma ser diagnosticada com um tumor cerebral terminal, em outubro do ano passado, com menos de 12 meses de vida.

Os médicos diagnosticaram glioblastoma multiforme, um tumor cerebral maligno agressivo, que mesmo passando por uma cirurgia foi dito como incurável. 

O casal, que está esperando para se casar no cartório em Worcester, no próximo mês, agora está implorando por ajudas e doações para que possam realizar o sonho do casamento.

Comentário

Para mídia. Para a militância gay. Para o mundo. Esta situação é aceitável e deve ser respeitada porque falam de paixão. Qual é o primeiro desejo que nos faz querer deixar o estado homossexual mesmo? A vontade de amar uma mulher e construir uma família biológica com ela. Um sonho bonito. Um sonho cheio de amor! Para mídia mundana? Uma aberração. 

A cada dia que passa fica mais nítido o roubo de nossos direitos. A cada dia que passa fica mais claro que você pode ser o que quiser, menos ex-homossexual. Vocês conseguem entender isso, sério! Já faz um tempo que fico de cara com essas situações inusitadas super aceitas por todos, mas só em trazer o termo "ex-gay" para uma conversa - é motivo de rebuliço.

O que tenho percebido é que o mundo tem que aceitar que existem apenas dois corpos: masculino e feminino e pode-se fazer com eles o que quiserem. Porque se deixarmos essas teorias de gêneros tomar de conta, vamos perder as contas de tantas possibilidades de "gêneros". É o caminho para a aceitação e normalização de muitas práticas como pedofilia, zoofilia, incesto... 

Muda-se apenas o que é desejado. A defesa e alegação sempre será a mesma: eu gosto, eu amo, sou assim. Vão defender qual a diferença delas para essas outras. Só eles são doentes e os outros não?!

Os gayzinhos ativistas têm circulado a imagem de duas caveiras se beijando. Segundo eles isso prova que amor não tem gênero. Bem... para alguém que usa os neurônios essas duas caveiras poderiam também representar uma relação incestuosa entre o pai e a filha. Dois irmãos. E olha só que legal: poderia ser a caveira de um ex-gay e de sua mulher. Afinal: tudo é possível quando o assunto é o amor não é mesmo! Mas sabemos muito bem que essas coisas só valem para eles. É uma hipocrisia sem tamanho né não!!! 

Quando saímos do original tudo pode ser inventado. E cada reinvenção vai exigir seu direito de ser. Nosso caso, tão prático, é visto como absurdo. É ou não é um mundo bem maluco? Imaginem o tanto de mídias e movimentos ativistas interessados nessa confusão de gêneros. Afinal dá ibope e muita grana.

Levava na brincadeira a sigla LGBTsWXYZ... Num é que é real! Hehe

Nada melhor que a verdade biológica e imutável!



3 comentários :

  1. Somente pela expressão facial delas (deles) nota-se que não há felicidade!

    ResponderExcluir
  2. Para mim, não existe nenhum GLBTT feliz.Isso é uma falsa sensação de felicidade.E por que isso? Por causa da falta de aceitação da sociedade? Nem tanto.É preciso que se diga, como eu já disse aqui um milhão de vezes,é preciso que se fale que apesar de muitos pais expulsarem os filhos de casa, rejeitarem os próprios filhos e não aceitarem a orientação sexual dos filhos, em regra o meio gay não traz paz de espírito para muitos que estão nele. As brigas constantes entre os parceiros, a violência doméstica entre os GLBTTS, a desconfiança sobre se o parceiro tem ou não alguma doença, a promiscuidade generalizada do meio, o vazio, a depressão, o uso de drogas e a solidão na velhice é o motivo da falta de tranquilidade da maioria dos GLBTTS, muito mais do que a falta de aceitação do comportamento homossexual por parte da sociedade.Eu não acho que estar GLBTT seja pecado ou seja errado.A razão de muita gente querer deixar a homossexualidade está nas próprias instabilidades do meio e no desejo de formar família com alguém do sexo oposto.

    ResponderExcluir
  3. Verdade. Tão fazendo isso sabe-se lá porque.

    ResponderExcluir


Postagens populares

Contador de Visitas

VISITE TAMBÉM: