domingo, 4 de janeiro de 2015

EU: UM FILHO PRÓDIGO



Deus por meio de sua palavra nos deixou um relato muito simples, mas como tudo na Bíblia cheio de verdades. E quem contou foi o próprio Cristo. Nosso irmão primogênito. Eu vou mesclar a parábola do filho pródigo com minha própria história com o Pai. Pois eu sou um claro exemplo de filho pródigo desta geração. Aquele da escritura só foi comemorar nem pôde falar mais da sua experiência.  

Cristo conta em Lucas 15:11-32

[ A PARÁBOLA ]

Um certo homem tinha dois filhos;

E o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda.

E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente.



[ EU ] 

Aos 15 anos, ao conhecer a identidade de Deus como Pai, pedi meu direito ao livre arbítrio para me entender e entendê-lo. Como todo bom Pai - que sabe o que há no mundo - Ele deu um tapinha nas costas e uma palavra de consolo: Eclesiastes 3.1. "Há tempo para todo propósito debaixo do Céu". 

[ A PARÁBOLA ] 

E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades.

E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou

para os seus campos, a apascentar porcos.

E desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguém lhe dava nada.
E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!
Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;

Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.


[ EU ] 

Caracas Pai! Que dor! Eu resolvi viver os desejos do meu coração. E olha, estou acabado. Quantas paixões platônicas. Feri meu corpo demais Senhor. Conheci homens muito devassos no mundo Pai, e minha vida parece ser um filme pornô de tanta depravação. Senhor até a paixão correspondida que tive foi traiçoeira. Chega dessa comida mundana Pai. Não quero mais nem um pingo disso Pai. Por favor... me sinto perdido, morto! Socorro! 

[ A PARÁBOLA ] 

E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.
E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.


[ EU ] 

É Senhor! Eu cheguei a fazer coisas tão desumanas. Nossa... eu fui um lixo humano. Uma carniça. Pai para quê tudo isso... Eu estava estraçalhado. A ponto de precisar de drogas para aceitar aquela realidade. 


[ A PARÁBOLA ] 

Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés;

E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos;

Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se.





Essa pequena introdução é para que você perceba que DEUS É PAI. Ele gerou Cristo que veio trazer esta verdade para nós. Ele não só contextualizou nesta parábola como nos ensinou a orar chamando Deus de Pai. 

Eu não tive um pai presente na criação. Logo que descobri a figura de Deus como Pai não demorei para entregar a Ele este papel. Fiquei sabendo de suas vontades para comigo por meio de sua palavra. Ele disse que não aceitava os desejos de praticar sexo homossexual. Pensei eu: tudo bem. Ótimo que não aceita, eu não gosto mesmo. Tira de mim então Pai, pois Tu é o Todo Poderoso. Ele não tirou. Ao contrário de revoltar-me com Ele busquei entender algumas coisas: 

1ª) Eu não pedi para nascer. 

2ª) Eu não pedi para ter desejos homossexuais. 

3ª) Eu aceitei o convite de Deus para ser meu Pai, queria fazer a vontade dEle, mas Ele não tirou os desejos para que eu fizesse a vontade dEle. 

Como entender esse quebra-cabeça todo. Eu refletia!

O Papai, todo amoroso, fez-me entender que a Palavra dEle eram muitas, e não só aquela em que Ele diz o que não gosta. Ele não fez rodeios. Foi direto! Mostrou-me Eclesiastes 3.1.

Foi mais penetrante que uma espada de dois gumes. Hummmm! As duas primeiras coisas compreendidas numa palavra só. Eu não pedi para nascer, nem pedi para ter desejos homossexuais - mas o Pai disse que existe propósito. Até nisso havia propósito. 

Ele tatuou Eclesiastes 3:1 em meu entendimento. Então aceitei a homossexualidade como propósito e não como parte da minha natureza. 

Já tô com minha mochila nas costas. Reivindico meu livre arbítrio para cumprir este propósito. Só espero que tenha fim mesmo viu! Rum! Vou até deixar uma cartinha escrita com o plano que eu tracei para este propósito. Por favor Pai, Tu sabe o quanto eu te amo e quero fazer tua vontade. Não me deixa morrer, não me deixa passar mais tempo do que o suficiente neste propósito. Tchau Pai!


Entendendo o propósito

Para quê nascer para isso. Por que te conhecer se eu iria te entristecer! 

Finalmente termina o propósito em minha vida. Ufa! 

Quando Ele tirou o fardo deste propósito foi o melhor alívio que senti, a ponto de chorar. 

No final de tudo Ele só me revela que tudo aquilo era para eu saber o quão bom e misericordioso Ele é - porque me aceita de volta. Ele queria que eu experimentasse a verdade de seus conselhos. Ele queria consolidar o conselho dele de Pai de que o mundo é mau. Que no mundo só há coisas que nos leva à morte. E estar pertinho dEle. Guardado por Ele e sendo cuidado por Ele. Ai... não tem nada melhor. Em sua excelente sabedoria sabe usar situações aparentemente ruins para resultados gloriosos. Porque o filho pródigo nunca mais vai querer deixá-lo. 

Ele mostra que cada um de seus filhos tem um propósito. E um deles, o primogênito - teve o maior dos propósitos. 

Todo tempo Ele queria me ver exercitando minha fé. Eu tive que ter bastante fé para: acreditar que não iria morrer durante a trajetória gay. E que Eclesiastes 3.1 iria se cumprir. Que aquele propósito iria acabar. Caracas... eu não duvidei nenhum momento de ambas situações.  


Por que você não me mudou Pai? Era tão simples para você.

Eclesiastes 3.1

O propósito como ser humano em estado homossexual terminou quando o Pai me agraciou com o nascer de novo. Quando Ele faz isso: "E darei para vocês um coração novo e porei dentro de vocês um espírito novo... e livrarei vocês de todas as suas imundícias..." Ezequiel 36: 26-38. Não só você, mas todos ao seu redor testificam este feito de Deus. 

O Senhor me fez entender o que Ele faz na vida de cada um de seus filhos. Não há nenhum de nós irmãos que não precisasse pecar. Todos tivemos pecados que nos consumiram, que nos estraçalhava. Os pecados para morte. São exatamente esses pecados que nos fazem olhar para o Pai, confiar nEle somente e no seu propósito maior: entender o sacrifício do nosso irmão primogênito e salvador Cristo Jesus. 

É com os pecados que o Senhor prova para os moradores do mundo que Ele é perdoador e único purificador de pecados. É com os pecados que Deus faz sua justiça. Porque enquanto estamos vivos podemos aceitar a qualquer momento seu convite para ser nosso Pai, ou apenas um Deus religioso. O Deus religioso não tem filho pródigo. O Deus religioso vai ser um juiz - apenas. 

Eu o reconheci como Pai. Ele me reconheceu como filho. Eu reconheci o que para Ele era pecado. Ele me apontou a salvação e lavou-me com sua Palavra. O verbo que se fez carne. Eu acreditei 100% para receber 100%. 

Como o filho pródigo da Palavra. Como o filho pródigo que escreve. Há milhares de outros irmãos pródigos que estão neste exato momento cumprindo seus propósitos. Assim como já há milhares que o cumpriram. Uns vão precisar de comidas de porcos. Outros de paciência para suportar dores sentimentais. E outros coisas bem piores. Mas o propósito do Pai é aperfeiçoar cada um de seus filhos. E até mesmo depois do fim do propósito como ser humano, tem mais, muito mais na fase de crescimento espiritual! 


"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim" João 14:1


Se sua concupiscência for o sexo homossexual, juntamente com outros pecados, e já pediu para Deus de todo coração uma mudança e nada aconteceu. Ouça Cristo: não turbe seu coração. Tenha fé no tempo e no propósito que o Pai tem na sua vida. 

Os filhos pródigos conhecem o Pai, e não o Deus religioso. O filho pródigo tem uma absurda fé para ir cumprir seu propósito e voltar para o Pai. Estes conhecem o Deus Pai. 

Irmãos que estão na difícil missão de tá fazendo o que odeiam: força! Já clamaram, clamaram, clamaram e Deus só querendo te mostrar que é um propósito... 

Lembre-se que todo propósito tem um fim e uma finalidade. O Pai, eu, e tantos outros da família do Céu te esperamos. Temos alguns irmãos legalistas que não vão gostar disso, mas maior que a opinião deles. É a opinião do Pai. Ele sabe, sonda, seu coração. Te esperamos para ouvir uma boa música, dançar e comer aquele churrasco! 

[ A PARÁBOLA ] 

E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças.

E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo.

E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo.

Mas ele se indignou, e não queria entrar.
E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos;
Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado.
E ele lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas;
Mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se.

Palavras Finais

Deus me convenceu do quanto me ama deixando-me viver o que para Ele é detestável. Realizou meus pedidos em cada detalhe. Não teve como meu coração não amolecer... Não teve como não me entregar! Olhando para trás e refletindo em todo cuidado que teve comigo... Este pensamento tem sido meu companheiro desde então: Que amor é esse! Um amor que constrange. Ufa.
Irmãos pródigos há um dia, uma hora, um momento todo especial preparado pelo Pai para cada um! 

A chave para ir e voltar é a fé: Romanos 14:22

O firme fundamento de que esses malditos desejos que desagradam o Pai é um propósito dele contigo: Eclesiastes 3:1

Fé e firme certeza que Ele, só Ele, vai te tirar dessa: Provérbios 20:9


Aos meus irmãos pródigos que estão com suas mochilas, em aperfeiçoamento. Aos meus irmãos que têm absoluta certeza que a homossexualidade em suas vidas é um propósito. 

O Pai em sua excelente sabedoria sabe usar situações aparentemente ruins para resultados gloriosos. Porque o filho pródigo nunca mais vai querer deixá-lo. 

 Ele é o Pai que aguarda o filho pródigo com paciência, com amor, com generosidade, com saudade




Nenhum comentário :

Postar um comentário


Postagens populares

Contador de Visitas

VISITE TAMBÉM: