domingo, 6 de julho de 2014

HOMOSSEXUAL LUIZ MOTT REAFIRMA: EXISTEM EX-GAYS


"Identidades movediças, flutuantes, metamorfoses ambulantes... a orientação sexual é construída livremente por seus atores"

Luiz Mott, um dos poucos famosos gays que faz uso do pensamento racional [ aquele sem alienação da mídia e da cultura homossexual ] reafirma o que já falou no Programa do Jô: EXISTEM EX-GAYS.

Ativistas sejam mais Luiz Mott e menos Jean Wyllys! Vão sentir o sabor da liberdade de sermos o que quisermos ser! \0/ 


* Lembrando que esta publicação é apenas para deixar claro que há homossexuais não alienados *


Confira no próprio perfil dele antes da pressão dos ditadores gays: https://www.facebook.com/luizmott/posts/388709117856814


[ No Programa do Jô ]




"Identidades movediças, flutuantes, metamorfoses ambulantes... a orientação sexual é construída livremente por seus atores" 




6 comentários :

  1. A sexualidade e a orientação sexual são questões complexas.até hoje a ciência não descobriu porque existem pessoas que se interessam por outras do mesmo sexo.ainda que a ciência venha um dia a provar que existe uma base genética e epigenetica para a orientação sexual,o debate ainda está longe de acabar,pois a genética é apenas parte dessa quebra-cabeça,pois fatores psicológicos,emocionais,sociais e do ambiente também estão envolvidos.Hoje em dia,o Conselho Federal de Psicologia diz que se um homossexual procura ajuda para abandonar a prática homossexual,isso é por causa do preconceito e da tal da homofobia da sociedade.Mas isso nem sempre é verdade.Existe uma diferença daquele que procura um psicólogo para assumir uma identidade gay daquele que procura porque está insatisfeito com a prática homossexual e com a promiscuidade do meio gay.A generalização que o conselho Federal de Psicologia faz é perigosa e nem sempre está de acordo com a realidade.

    ResponderExcluir
  2. Mas pras pessoas ex gays continua ser invenção.

    Mas gostei dessa matéria porque mostra que nem todos os gays se prendem as amarras da cultura gay de menosprezar qualquer coisa que afirma ser contra eles. A questão aqui, eu pelo menos acredito que a maioria dos leitores do blog pensam que, ninguém tá obrigando ninguém a nada, ou seja, se um gay é feliz sendo gay, que seja. Mas concordamos que sim, existe ex-gays e quem quer mudar de sexualidade tem direito a tal. Agora vai falar isso pro povo. Pior, muitos héteros caem na ladaínha dos gays. Nasceu viado vai morrer viado (odeio esse termo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai anônimo! Ninguém está obrigando coisa alguma, afinal somos a favor da liberdade de ser o que quiser ser. De crer no que quiser crer. O Luiz Mott foi considerado um dos gays mais poderosos do mundo em uma lista feita pela revista americana Wink. Com tal status não tá nem ai para a massa gay alienada. Não estou puxando saco dele, mas admiro sua atitude racional de reconhecer a nossa existência. Esta facilidade deve-se também ao fato dele ser um ex-hétero, já que foi casado com uma mulher por mais de vinte anos. Depois passou a ser ---> exclusivamente gay. O melhor de tudo é que ele denuncia práticas comuns do meio homossexual, olha a frase: "Nos últimos 36 anos de prática homoerótica, calculei que devo ter transado mais ou menos com uns oito mil homens diferentes". Não estou generalizando, estou dizendo que é comum a troca de parceiros, isto está estampado até em notícias mundo a fora. Custa nada ser sincero né? Palmas para ele pela sinceridade.

      Excluir
  3. Na verdade, o movimento gay e os ativistas gays estão pouco se lixando para os gays e os ex-gays.O movimento gay diz que fala em nome de todos os gays, mas no fim o que esses movimentos defendem são os seus próprios interesses egoístas e hedonistas.No site do Dr Eduardo Adnet, na parte que fala da Orientação Sexual Egodistônica, ele fala que por trás do ativismo gay existe muito dinheiro em jogo.Por exemplo, a pornografia gay online movimenta bilhões de dólares e depois ele fala que existe uma ligação entre associações gays e pessoas que são donas de estabelecimentos e que também são gays.Um exemplo poderia ser os proprietários de casas noturnas GLBTTs, donos de saunas gays, donos de hotéis para gays que são gays e etc...

    Ex-gay, sabe por que será que a mídia não mostra os podres do mundo gay? Porque se ela fizer isso, o movimento gay cai em cima e chama ela de "homofóbica".

    Ex-gay é o seguinte: Se um gay termina o namoro com o namorado, a culpa é de quem? Da "homofobia"

    Se um gay nao tem nada fixo com ninguém, a culpa é de quem? Da "homofobia"

    Se um gay trai o namorado e o namorado trai ele, a culpa é de quem? Da "homofobia"

    Se os relacionamentos gays não duram muito tempo e são instáveis, de quem é a culpa? Da família que não apoia os relacionamentos deles e da "homofobia" da sociedade.Pra esse pessoal tudo é homofobia.
    Até a promiscuidade sexual desse meio, a culpada é a '"homofobia". Ex-gay eu diria que 70% de todos os problemas enfrentados pelos gays são causados pelo vazio, pela solidão e pela promiscuidade sexual desse meio. A homofobia e o preconceito da sociedade são os responsáveis por 30% dos problemas enfrentados pelos gays. A maioria dos gays ou quase todos os gays gostam de um bacanal e como gostam!

    Ex-gay, sabe por que os gays trocam tanto de parceiro e não tem nada fixo com ninguém? O movimento gay diz que a homofobia é a culpada disso e que se a sociedade e a família dos gays aceitassem o relacionamento deles, eles não iam trocar tanto de parceiro como eles trocam.Humm,sei.Alguém acredita nesse argumento?Eu pelo menos, não acredito.
    Nós estamos em 2014 e daqui a 10 anos, em 2024, vai ter uma melhor aceitação do comportamento homossexual por parte da sociedade, mas isso não vai adiantar nada! Daqui a 10 anos, os problemas dos gays vão continuar os mesmos de hoje,ou seja, promiscuidade sexual,com múltiplos parceiros sexuais,vazio e solidão.E vamo que vamo!
    Obrigado!
    Lucas!

    ResponderExcluir
  4. Ah se as pessoas ouvissem mais pessoas como o Luiz... Não precisa ser gay pra provar o quão errado as coisas funcionam no meio LGBTT. O próprio Clodovil Hernandes, odiava puxar qualquer sardinha pro lado gay (e a mídia gay odiava isso, pois como pode, um dos gays mais conhecidos do Brasil, menosprezar a própria "comunidade"?). Aliás, eu via nele um pouco de tristeza pelo fato dele ser gay. Não sei se to ficando louco, mas isso eu percebia. Me parecia que muitas vezes ele inventava um personagem, do que ser ele mesmo. Essa impressão que eu tinha.

    Engraçado que ex-hétero existe, mas ex gay é absurdo existir. Hipocresia é mato na sociedade. Se eu falar que acredito em ex gay, é capaz de me colocarem num hospício.

    ResponderExcluir


Postagens populares

Contador de Visitas

VISITE TAMBÉM: