segunda-feira, 5 de maio de 2014

VOMITE OS SEUS PECADOS

É claro que "vomitar" é apenas um termo forte para traduzir a ação de por pra fora tudo isso que está ai dentro te fazendo mal. Entenda a importância de confessar algo que para o Criador é pecado. 

Por: Lucas Banzoli. 
Extraído do livro dele: 

“Portanto, confessem os seus pecados
uns aos outros e orem uns pelos outros 
para serem curados” (Tiago 5:16)

Um ponto importantíssimo para podermos vencer as tentações é não escondermos elas. Houve um tempo em que eu me “agarrava” em um certo versículo bíblico que assim dizia:“Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa” (Rm.4:8). Muitas vezes eu dormia pensando nesta passagem bíblica e ficando feliz porque eu não tinha nenhuma “culpa” para com Deus. Era como se o Senhor não atribuísse culpa a mim por conta de minha justiça própria, e não por causa do perdão e da graça de Deus. Demorou um bom tempo para eu entender que o versículo anterior a este dizia:

“Como são felizes aqueles que têm suas transgressões perdoadas, cujos pecados são apagados” (Rm.4:7). Paulo estava fazendo uma citação do salmista Davi no salmo 32, que tem relação às transgressões que são perdoadas e dos pecados que são apagados. Davi não era um “justo por natureza” e que por isso estava se orgulhando por não ser culpado diante de Deus, ao contrário, ele estava ressaltando que havia tido as suas transgressões e os seus pecados perdoados e que – portanto – poderia ser feliz. Veja o que o salmista diz neste Salmo 32:

Salmos 32

1 Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados!

2 Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia!

3 Enquanto escondi os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer.

4 Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; minha força foi se esgotando como em tempo de seca.

5 Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: "Confessarei as minhas transgressões ao Senhor", e tu perdoaste a culpa do meu pecado.

6 Portanto, que todos os que são fiéis orem a ti enquanto podes ser encontrado; quando as muitas águas se levantarem, elas não os atingirão.

A posição em que o salmista se encontrava é muito parecida com a de muitas pessoas. Elas não querem confessar os seus pecados para Deus por pensarem que desta forma Ele irá ficar aborrecido com elas. Preferem esconder o pecado e viverem como se fossem pessoas perfeitas do que confessar diante Dele as nossas culpas e as nossas transgressões. Enquanto o salmista agia desta maneira, o seu corpo “definhava de tanto gemer” (v.3). A mão do próprio Deus pesava sobre ele (v.4), e a força dele estava se esgotando cada vez mais (v.4). Mas, quando ele finalmente decidiu reconhecer os seus erros diante de Deus e não mais encobrir as suas culpas, ele deixou de sobreviver apenas com as suas próprias forças, e passou a viver com as forças do Senhor.

Como diz uma famosa música do Oficina G3: “Eu ando pelas forças do Senhor...”. É somente quando confessamos os nossos pecados diante Dele que paramos de viver por nossas próprias forças limitadas e passamos a viver com a força que o Senhor nos concede pelo Seu doce Espírito em nossos corações. Assim, ele finalmente pôde dizer com confiança: “Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia!” (v.1,2). Quando deixamos de confessar os nossos pecados diante do Senhor, só atraímos mais culpa para nós mesmos. E além de tudo ganhamos mais um novo pecado para a lista: a mentira!

“Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós” (João 1:8-10)

É apenas confessando os nossos pecados diante Dele que podemos ter as transgressões perdoadas e os pecados apagados. É apenas confessando os nossos pecados diante Dele que podemos ser felizes. É apenas confessando os nossos pecados diante Dele que deixamos de ser hipócritas e mentirosos. É apenas confessando os nossos pecados diante Dele que podemos ser purificados de toda injustiça. E é apenas confessando os nossos pecados diante Dele que a Sua Palavra está em nós!

Por tudo isso, vemos que o meio pelo qual somos perdoados por Deus não é outro senão confessando os nossos erros e delitos diante Dele, não importa a intensidade do pecado, todos nós temos pecados, e se podemos dizer que “feliz é o homem a quem o Senhor não atribiu culpa” não é porque nós somos perfeitos, mas sim porque Ele perdoou as nossas transgressões.

Um outro ponto importantíssimo para este estudo não é apenas ressaltar o aspecto de importância do nosso perdão para Deus, mas também do nosso perdão para com o próximo e da confissão dos nossos pecados para os outros. Na oração do Pai Nosso, é notável que o tema mais importante ali ressaltado seja o perdão que devemos ter para com o próximo:

“Pai nosso, que estás nos céus! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. Dá-nos hoje o nosso pão de cada dia. Perdoa as nossas dívidas, assim como perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal, porque teu é o Reino, o poder e a glória para sempre. Amém. Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas" (Mateus 6:9-15)

Perceba como fica clara aqui a importância destacável do perdão ao próximo. Além de fazer parte da própria oração modelo, ainda depois do “Amém” a única coisa que Cristo considerou realmente importante para concluir foi: “Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas” (vs.14,15).

Fica muito claro que toda aquela oração dita acima de nada valeria em caso que nós não perdoemos aos outros. Disso vemos que toda aquela oração passada acima depende e resulta do nosso perdão para com o próximo e do nosso relacionamento com as outras pessoas. Perdoar ao próximo é o princípio para ser perdoado por Deus. Em Mateus 18, Jesus nos conta uma parábola que nos mostra isso do padrão do próprio Deus:

“Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos. Quando começou o acerto, foi trazido à sua presença um que lhe devia uma enorme quantidade de prata. Como não tinha condições de pagar, o senhor ordenou que ele, sua mulher, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida. O servo prostrou-se diante dele e lhe implorou: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo’. O senhor daquele servo teve compaixão dele, cancelou a dívida e o deixou ir. Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários. Agarrou-o e começou a sufocá-lo, dizendo: ‘Pague-me o que me deve!’ Então o seu conservo caiu de joelhos e implorou-lhe: ‘Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei’. Mas ele não quis. Antes, saiu e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. Quando os outros servos, companheiros dele, viram o que havia acontecido, ficaram muito tristes e foram contar ao seu senhor tudo o que havia acontecido. Então o senhor chamou o servo e disse: ‘Servo mau, cancelei toda a sua dívida porque você me implorou. Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você?’ Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia. Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão" (Mateus 18:23-35)

Essa não é apenas uma “historinha da Bíblia”. Ela nos mostra muito bem a realidade de como a questão do pecado está diretamente relacionada com a questão do perdão. A nossa dívida natural para com Deus é enorme. A dívida era tão grande que foi necessário o sangue do próprio Filho Unigênito de Deus para pagar o preço, o sacrifício vicário na cruz por todos nós. Ninguém mais poderia fazer isso. Não existia ninguém totalmente “puro”. Estávamos fadados à morte. Mas Cristo pagou o preço por nós na cruz do Calvário, ele ”fez isso de uma vez por todas quando a si mesmo se ofereceu” (Hb.7:27).

O fato ali relatado é que esta dívida natural nossa para com Deus é algo tão grande, que o original grego no verso 18 traduz como sendo “10 mil talentos”. Para ter uma ideia da dimensão, um único talento equivalia a 25 quilos! A Graça de Deus é tão grande, que perdoou completamente aquela pessoa que tinha tão tamanha dívida! Agora pense no “problema” que uma pessoa humana tinha para com a outra. Toda a discussão deles rolava por conta de apenas 100 denários (um denário era o pagamento de um dia de trabalho).

Ao contrário daquela enorme dívida de dez mil talentos, essa dívida que a pessoa tinha para com a outra poderia ser resolvida com alguns meses de trabalho, sem problemas. Mas o ser humano, por sua natureza cruel, retém o perdão ao próximo, e não perdoa o seu próximo do mesmo modo que ele mesmo foi perdoado de uma dívida imensuravelmente superior. A atitude de reter o perdão ao próximo fez com que o Senhor o entregasse para os torturadores até que pagasse tudo o que ele devia.

Aqui nós vemos como o nosso perdão para o nosso próximo, para com os nossos irmãos da fé e principalmente para com os nossos inimigos é tão tremendamente importante para uma relação de perdão de Deus para conosco. Se não perdoamos o nosso próximo, nós estamos nos ausentando e nos excluindo do perdão de Deus! A oração do Pai Nosso é muito clara:“Perdoa as nossas dívidas... assim como perdoamos aos nossos devedores” (v.12). O perdão de Deus para conosco está diretamente e intrisecamente relacionado ao perdão que temos para com o próximo. Se não perdoamos de coração aos outros, Deus também não perdoará as nossas ofensas.

E, se não temos o perdão de Deus, então de modo algum poderemos ser libertos da lei do pecado e da morte a fim de dar lugar à lei do Espírito de vida. Ainda tão importante quanto tudo isso, é a relação de confissão dos nossos pecados para com os outros. Não apenas temos que confessar os nossos pecados diante de Deus e perdoar as outras pessoas, como também devemos confessar os nossos pecados uns aos outros, em uma atitude recípocra de confissão de pecados.

Tiago afirma: “Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz” (Tg.5:16). Aqui nós vemos que o “confessar os pecados uns aos outros” é algo que, além de ser uma instrução direta por um apóstolo de grande liderança dentro da Igreja Primitiva como era Tiago, também é algo que deve ser realizado para a cura das pessoas.

Não estamos falando aqui apenas de serem perdoados os pecados, mas de sermos curados deles. Se nós confessamos os nossos pecados diante de Deus, Ele certamente nos perdoará. Mas se nós confessarmos os nossos pecados também ao nosso próximo, nós também seremos curados deste tipo de pecado. Devemos confessar os nossos pecados uns aos outros e pedirmos oração uns pelos outros para que sejamos curados destes pecados.

A palavra no original grego utilizada aqui por Tiago é “iaomai”, que significa “curar”, que difere da palavra grega para “pecado”, que é “hamartia”. Tiago faz essa diferenciação porque ele sabia que quando confessamos os nossos pecados a Deus somos de fato perdoados, mas quando nós também confessamos uns aos outros os nossos pecados nós somos também curados deles.

Não devemos esconder os nossos pecados para que os outros pensem que nós somos o “super-men” do Cristianismo ou a santidade personificada, porque de qualquer jeito vai vir a hora em que “tudo o que está em oculto será revelado” (Lc.8:17), e que as pessoas “terão que dar conta de cada palavra inútil que tiverem falado” (Mt.12:36). Pois “não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido” (Lc.12:12). Portanto, já no tempo chamado “hoje”, confessemos os nossos pecados para Deus e uns aos outros, para que sejamos perdoados e curados, totalmente transformados e regenerados pelo agir transformador do Espírito Santo do Deus vivo!
___ 

* Sabe, o sucesso da minha vida cristã, da minha regeneração completa, para eu deixar de ser 100% gay está neste texto. Eu simplesmente era um gay que não tinha problema nenhum em reconhecer o que eu fazia como pecado e que não tinha vergonha nenhuma de dizer para Deus e ao mundo que eu detestava aquela vida. Eu verbalizava isso! 

Eu afirmava com toda certeza: eu vou deixar de ser gay um dia! Essa era a minha verdade. Uma lei para mim. O melhor de tudo: eu já tinha uma irmã cristã. Cristã mesmo, não apenas uma mulher religiosa. Eu VOMITAVA tudo para ela. Todas as barbaridades que eu fazia no mundo gay, absolutamente todas eu levava pra ela. Eu falava: "eu sei que eu sou pecador, mas não consigo parar, ore por mim, porque eu reconheço que isso não é bom... ore por mim". 

Então eu segui essa doutrina bíblica: Confessava meu pecado para Deus por meio da oração, e também confessava aos outros. Então fui de fato perdoado por Deus e sarado por confessar para uma pessoa que era justa diante do Criador. Isso dentro do tempo de Deus claro. Além da minha irmã, todo crente que me abordava, aqueles que entregam panfletinhos sabe? Então, eu pedia que orasse para Deus me sarar do meu pecado. Falava que eu era homossexual e que eu odiava aquilo. Que eles orassem para o Pai sarar aquilo de mim. Eu raciocinava: haveria chances de alguns daqueles crentes serem justos e fazer real este versículo: "A oração de um justo é poderosa e eficaz” (Tg.5:16). E num é que foi!

Então maninhos, as coisas de Deus são simples assim. A maldita religiosidade que complica tudo, mas eu tenho fé que você não é e nunca será religioso. 

Basta apenas ser sincero com Deus e com tudo que ele ordenou. Ele ama e admira sinceridade, fidelidade e gratidão. 

Ele só afirma que a homossexualidade é pecado poxa. Ele não afirma que é você quem vai ter que se virar para deixar de ser gay. Não! Ele não afirma isso! Pelo contrário, Ele só espera de você que reconheça Ele como Criador que dita as ordens, confesse seu pecado a Ele para que Ele te perdoe, e confesse aos outros para que Ele então te sare por completo. Viva isso e espere o tempo de Deus na sua vida. Se você tivesse que fazer alguma coisa a regeneração do seu ser, a salvação, seria por mérito e não por graça. 

No momento da regeneração você vai sentir o arrependimento genuíno e é a hora que Cristo afirma com força no seu interior: Vai e não peques mais. E no restante da sua vida terrena você vai sendo santificado por meio do Espírito Santo. É incrível! É uma delícia. \0/ Esse é o processo para que você possa ser eterno, ressuscitar como Cristo e habitar com o Eterno, obvio para todo o sempre. Que tamanha grandiosidade né! E tudo começa reconhecendo que Deus é Deus e pronto e acabou.

Faça amizade com cristãos que você sabe que vivem uma vida reta e buscam santidade. Faça deles seus confidentes. Quando for abordado por algum crente peça que ele o inclua em suas orações para ser sarado do seu pecado. 

O segredo é este: vomite tudo! Não guarde nada ai dentro por mais macabro que seja. Na hora que você fala o alívio já é imediato e o pecado deixa de corroer seu interior e já não tem tanta força de acusação. Ser só perdoado não adianta. Temos que ser perdoados e sarados. 

22 comentários :

  1. Que bom esse blog! Gosto muito dele! Ele fala do que é a homossexualidade, sem ofender os homossexuais! Recentemente, saiu uma pesquisa dizem o seguinte:
    Homossexualidade masculina estaria no DNA. E depois fala o seguinte: No entanto, a genética não é determinante, pois outros fatores, que são aqueles externos a nós, também podem estar envolvidos.Esses fatores são ambientais e sociais.
    Em primeiro lugar, penso que essa pesquisa que foi feita têm vários erros. O primeiro delas é que ela recrutou 400 gays em paradas do Orgulho Gay.E isso está errado, pois as amostras não são isentas e podem comprometer o resultado da pesquisa. No final, um dos ativistas gays falou assim: Esses tipos de pesquisa vivem aparecendo sem realmente provar nada na prática! Até eles não acreditam mais que a homossexualidade seja genética.
    A notícia sobre essa pesquisa apareceu no site do Terra. E depois eu li os comentários que as pessoas postaram.Um deles foi o seguinte:
    SER GAY É DOENÇA E PONTO FINAL!
    Bom a pesquisa diz o seguinte: A genética não é completamente determinante e que os fatores externos,como aqueles do ambiente e os fatores sociais são os que têm mais peso na formação da nossa sexualidade.A conclusão: Fica evidente que o homossexualismo é um desvio de comportamento. Isso não sou eu quem está dizendo, é a interpretação da pesquisa.
    Outro comentário também fala: A homossexualidade é um desvio de comportamento complexo.De qual natureza é,ainda não se sabe e o assunto ainda está em discussão.
    O outro diz: A notícia é óbvia.Ta dizendo que ser gay é uma aberração e uma anomalia.Agora é só encontrar a cura!
    Outro diz: A homossexualidade pode ter até uma base genética. Mas e se esses genes forem consequência da vida que os homossexuais decidiram levar?E se isso for resultado do próprio comportamento homossexual?
    Outra pessoa foi mais radical: Acharam o DNA: O DNA da safadeza! O DNA da sem-vergonhice!
    Outra pessoa diz: É óbvia a interpretação da pesquisa: O "homossexualismo" é uma aberração e uma anomalia genética, tal como é a Síndrome de Down,Síndrome de Turner e Síndrome de Klinefelter.Aqui, anomalia não é pra ofender, nem pra desrespeitar ninguém,não! Não levem isso como ofensa!
    Outro comentário mais sensato diz o seguinte: Nem os cientistas chegam a uma conclusão quanto a esse assunto!Cada um diz uma coisa. Tem psicólogo que acha que a pessoa tem que se assumir pra familia e pra sociedade, outros que acham que os gays devem ser curados.
    Agora tem um comentário bem engraçado: Olha, eu fiz tratamento e to curado! Agora eu sou macho até embaixo de outro macho!
    Na pesquisa, o pesquisador fala sobre o desenvolvimento de um teste na gravidez pra descobrir se o feto vai nascer gay ou não.Aí ele fala que se isso acontecer e os pais descobrirem a orientação sexual do feto, eles vão poder abortar o feto logo no começo da gravidez.Logo depois ele diz: Mesmo que um teste for desenvolvido, ele não vai ser eficiente, já que outros fatores também estão envolvidos.
    Leiam a notícia: aqui está o link

    http://noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisa/homossexualidade-masculina-estaria-em-dna-afirma-pesquisa-controversa,f55fb8eaa9034410VgnVCM3000009af154d0RCRD.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, obrigado pelo comentário. A minha certeza é: nunca numa pesquisa séria vão encontrar DNA homossexual, gene gay, ou qualquer coisa do tipo. O dia que uma pesquisa séria provar que alguém nasce geneticamente gay eu rasgo minha bíblia, deixo de ser cristão e vou procurar um psicólogo para voltar a ser gay, já que está no sangue né, rs. No entanto, podem sim fraudar uma teoria e querer implantar na cabeça das pessoas como verdade absoluta como a teoria da evolução, mas geneticistas justos sempre irão existir para refutar possíveis fraudes. Se eles fizerem uma pesquisa para saber o quanto de homossexuais foram abusados na infância, cresceram numa família desestruturada, sem afeto ou excesso do mesmo por algum dos pais e contato precoce com a pornografia o resultado seria revelador e uma causa provável seria identificada, no entanto eles não querem mesmo mostrar pras pessoas que a coisa é de fora pra dentro, e não de dentro pra fora. É tão mais fácil entender e aceitar que essas coisas estão na mente e não no sangue. Mas é do ser humano gostar de complicar, fazer o quê né! Volte mais vezes!

      Excluir
    2. Pois rasgue sua Bíblia ,pois as evidências são fortes,se por um lado não existe gene gay ,mas pelo menos se NASCE GAY como bem mostra os links abaixo:
      http://www.ladobi.com/2014/06/genes-gays/#sthash.7uNlk7jK.dpuf
      http://www.portugues.rfi.fr/ciencias/20100715-pessoas-ja-nascem-gays-diz-pesquisador#sthash.7uNlk7jK.dpuf
      http://io9.com/5967426/scientists-confirm-that-homosexuality-is-not-genetic--but-it-arises-in-the-womb#sthash.7uNlk7jK.dpuf
      http://acapa.virgula.uol.com.br/lifestyle/e-agora-veja-nova-pesquisa-sugere-a-existencia-de-mais-de-um-gene-gay/1/7/24356
      Ninguém é gay por opção! Já vem da natureza!

      Excluir
    3. 18 de outubro de 2014 12:26

      Se homossexuais nascem gays, a Teoria da Evolução é uma fraude. O mecanismo mais aceitável dessa teoria, o mecanismo de seleção natural, já teria levado a homossexualidade à extinção. Alguns podem sustentar que isso leva tempo, mas, ainda assim, no futuro o mecanismo de seleção natural daria fim a qualquer pessoa que nasça biologicamente gay, pois a intenção deste mecanismo é garantir a sobrevivência apenas das espécies capazes de se reproduzirem sexualmente para manutenção da vida humana. Assim sendo têm que decidir qual fantasia manter o "gene gay" ou a "Teoria da Evolução das Espécies". Agora espiritualmente falando, o racional nos faz perceber o quanto seria injusto Deus, o Criador, criar seres biologicamente homossexuais para que fossem massacrados por uma sociedade "homofóbica" a ponto de existir um perfil com o título: "Combate à homofobia". Que bacana ser destinado para viver isso em, que justo! O racional não me permite fugir da realidade do meu corpo: toda a minha estrutura humana é de um corpo masculino. Hormônios, órgãos, ossada. Inclusive quando estava exclusivamente gay, se eu quisesse engravidar uma exclusivamente lésbica, conseguiria facilmente. Porque a biologia humana nos permite isso. Como alguém nasce gay e pode funcionar como hétero?! Se homossexuais nascessem gays, nem ao menos materiais genéticos produziriam. Afinal se eles foram criados para sentir atração apenas por homens, não tem sentido produzirem espermatozoides saudáveis que naturalmente procuram óvulo no corpo de mulher. Ou seja, se tivessem nascido assim a própria estrutura biológica deveria ser diferente para corroborá com o pensamento de que se nasce assim. Só o dono dos espermatozoides é gay os espermatozoides não?! Que coisa em!!! O racional não me deixa em dúvida também em relação ao ânus. Faz parte do Aparelho Digestório, o que sai dele são restos da digestão! É o esgoto do corpo! Usado indevidamente para fins sexuais. As coisas não se casam percebe? A homossexualidade é apenas um desejo, e está na mente. Na mente! Apesar do meu comentário respeito sua adaptação à vida homossexual e a fé que tem para acreditar que nasceu assim. Precisa ter mais fé que eu! Quando se encontra a saída da homossexualidade, ela torna-se sim, uma opção. A saída já existe. Boa sorte na vida.

      Excluir
  2. Entendi bem o post. Como fazer isso, quando você não se sente nem um pouco pertencente à causa?

    É o seguinte, não sou nada afeminado, odeio a cultura LGBTT, me porto e ago como homem.Só que sou gay =/. E não, não me sinto gay desde criança. Tanto que já fiquei com mulher.

    Complicado isso. Entendi seu post, mas isso me parece tão complicado. E vamos lá, mesmo que se revele para todos (tem que ser pra todos?), se você falar que quer sair dessa vida, vão é rir de você, de azucrinar, falar para se aceitar e pronto.

    Só que não consigo conceber que tenho que aceitar uma coisa que não quero para mim. Quero ma casar com uma bela mulher e ter filhos. Não vejo minha vida com um outro homem. Respeito quem é, e é feliz, só que as pessoas deveriam entender que muita gente quer mudar, e tem esse direito.

    Desculpe o desabafo.

    Ah ótimo blog viu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Só que não consigo conceber que tenho que aceitar uma coisa que não quero para mim. Quero ma casar com uma bela mulher e ter filhos". A sua frase está dentro do coração de muitos homens e mulheres, mas os gays querem mesmo impedir que a sociedade saiba que vocês existem. Sabe... a sua frase dói na alma! Eu fico muito comovido. É por isso que vocês têm que enfrentar toda vergonha, todo ativismo gay, tudo, para não ficarem presos a um sentimento que não agrada vocês. Há pessoas com estes mesmos sentimentos que o seu, que não querem saber de igreja, de Bíblia, e o mais justo para estes seria a possibilidade de procurar um auxílio médico, mas nem isso os gays deixam. Eles querem ser vistos como biologicamente homossexuais, e se vocês egodistônicos aparecerem eles perdem tudo isso que já construíram. Eu torço muito pela sua felicidade! Tente tudo que for possível, não viva numa prisão porque os gays querem. Tente encontrar você mesmo, a plenitude da sua felicidade. A vida voa e vc tem pouco tempo para conseguir se entender e ainda conseguir viver um pouquinho do que sempre sonhou. Como é duro ouvir: se aceite! Quando é o que menos queremos ouvir né! Não desiste maninho!!!

      Excluir
    2. Você já tem um bom caminho andado, ter ficado com mulher, hehe. Bem, quando temos um sonho falamos pra todo mundo, porque não por pra fora o sonho de deixar de ser gay! Alguns vão acreditar no seu sonho, outros não, mas seu sonho é sua verdade. Quem sonha dá sentido pra vida. Mesmo sendo vítima de chacota não deixe de sonhar. Não é tão complicado como parece: só externalize ao mundo o que flui do seu interior! Você pode enviar um e-mail para oexgay@gmail.com. Vamos conversando e posso te ajudar com experiências pessoais, tirando dúvidas, vai ser bom estar com vc nessa caminhada. Aguardo contato. Abração.

      Excluir
  3. Gostei do depoimento do anonimo. É a mais pura verdade! Muita gente está insatisfeita com a sexualidade! E o pior é tu ter esses desejos e não poder falar com ninguem sobre esses desejos, tu nao ser compreendido quanto a esses desejos e nao poder falar que tu quer ter uma familia tradicional, com mulher e filhos!
    Existem pessoas, como os frequentadores desse blog, que JAMAIS. JAMAIS, por mais que façam terapia vão aceitar viver uma vida homossexual e frequentar o meio GLBT. Ninguém pode tirar as razões dos ex-gays.Os ex-gays nao querem uma vida na homossexualidade,na promiscuidade e instabilidade do meio gay,eles desejam muito ter alguma coisa com alguem do sexo oposto e tem de ser respeitados por isso.
    Ex-gay tem um texto de um psiquiatra, o nome dele é Marcos Ferreira e ele atende em Santa Maria no RS.No blog dele, ele escreveu sobre a homossexualidade da forma mais imparcial possível. Vou copiar aqui uma parte do que ele escreveu:

    Os homossexuais procuram ajuda psiquiátrica com bastante frequência. A sua estruturação de personalidade oferece verdadeiros desafios de tratamento e dificuldades de recuperação. Há uma predominância do instinto de morte( tanatos) permeando as identificações e objetos mentais, com sinais clínicos constantes de depressão, ansiedade, ideação suicida e desestruturação da personalidade. Como na linguagem de um paciente homossexual em terapia dinâmica, " nenhum homossexual é feliz", "nenhum homossexual se aceita", constatamos que a normalização do conceito de homossexualidade é mais social do que psiquiátrico. Na psiquiatria não existe o transtorno homossexualidade, entretanto na homossexualidade encontramos os transtornos perversos em maior concentração.


    As restrições sociais ao pleno vivenciar da homossexualidade isola mais ainda esses pacientes, que precisam esconder a sua " neossexualidade", omitindo de parentes a sua constituição mental e escolhas de práticas sexuais. É muito comum a formação de grupos, guetos, bares, que funcionam como um ambiente para o vivenciar dessa sexualidade. Nas palavras de um paciente homossexual , em tratamento, " aquela boate parecia uma coisa artificial, as pessoas não eram pessoas, não tinham contas para pagar, não comiam arroz e feijão, apenas se beijavam e faziam outras coisas, sem mesmo perguntar o nome." Nesse descrição genuína, observamos o gozo perverso do funcionamento sexual, onde as pessoas são objetos sem nome. Na evolução sociológica, a homossexualidade foi absolvida( não em todas as culturas) em nome do politicamente correto, mas no recôndito dos consultórios, a homossexualidade é um problema de ordem psiquiátrica de magnitude difícil de tratar. Principalmente para o reencontro da sua autoaceitação e conquista de um espaço na sociedade, os homossexuais se sentem excluídos e são excluídos. A plena vivência amorosa e afetiva fica relegada a um plano secundário. Mesmo "os homossexuais sem neuroses" mobilizam defesas psicológicas muito patológicas para funcionarem adaptativamente. O preço é alto a pagar para parecer normal.


    A homossexualidade e a estruturação perversa de personalidade andam juntas. Pelos déficits nas identificações infantis, os traumas decorrentes do ambiente repressor, pelas contingências biológicas intra-útero, o indivíduo homossexual é diferente psicodinamicamente. Nas palavras de um paciente homossexual " a parada gay é uma tentativa de chocar as pessoas, para obrigá-las a aceitar a homossexualidade como algo normal". Aquelas bichas loucas devem ter escapado de alguma fábrica de manipulação genética." O desafio no futuro é a revisão dos conceitos referentes ao entendimento moderno da homossexualidade para tentativas de tratamento mais eficazes do que dispomos no momento.








    http://neuronios-saudemental.blogspot.com.br/2010/02/estruturas-perversas-e-homossexualidade.html


    Que o pessoal continue postando as suas opiniões aqui!
    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, gostei muito do texto apesar de está bem técnico. No entanto, está bem imparcial mesmo. Com certeza esse médico já foi titulado de "homofóbico" por algum gay ativista. Bem... ele deixou uma esperança pro futuro né, melhor que nada. Ouvir verdades sobre o que é ser gay, ele já ouviu. Obrigado pelo texto!!!

      Excluir
    2. Esta frase dele foi REVELADORA: "O preço é alto a pagar para parecer normal"

      Excluir
  4. Sou o cara do primeiro comentário como anônimo. Fico pensando, como é triste ser homossexual nessa vida. Ainda mais se você não segue os padrões do que é dito ser gay pela mídia. Quando vejo um gay afeminado na rua logo penso: P**, parece que tá forçando a barra agindo assim.

    Outro dia tava vendo vídeos daquele tal de casos de família, com a temática gay. Um caso o rapazinho, se não falasse que é gay eu não desconfiaria. Em outros, parece que só falta fazer a mudança de sexo de tanto afeminados que são. Parece me forçadissímo isso.

    Os gays falam que nasceram assim (o que eu não acredito), mas esse comportamento muitas vezes depravado que chega a incomodar até mesmo outros gays, foi adquirido como?

    Só isso que pergunto, por que gays querem passar a imagem que todos são bichinhas assim para a sociedade? É por causa desses, que me faz me senti menos homem que os outros. Sou gay e logo sou direcionado a uma cultura podre, sem identificação alguma comigo, a gírias estúpidas, a comportamentos e estilo extremamente lamentáveis... Quero sair de ser gay, ainda mais sabendo como o gay é visto pela sociedade.

    Desculpe o desabafo. Se puder comentar algo do que falei, agradeço dono do Blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara... eu tentei, mas não consigo comentar nada. Seu texto está muito verdadeiro, não tem o que acrescentar. A resposta da sua pergunta: como esse comportamento deles foi adquirido? É um mistério. Posso apenas chutar e dizer que: guardaram-se tanto tempo no armário que quando saíram, xii...

      Excluir
  5. Pois é,anônimo! Concordo em gênero,número e grau contigo!é por causa desses caras que são super afetados que queimam a imagem de muitos gays.Muitas pessoas que estão homossexuais não gostam e não são desse tipo.Não só não gostam como tem nojo desse tipo de gay.Tem uma coisa que é bem melhor que homem afeminado: É MULHER!
    Uma coisa: afinal ser gay é uma orientação sexual como eles dizem ou é uma questão de identidade? Eles fazem questão de mostrar que todas as pessoas que estão homossexuais gostam da Madonna, da Lady Gaga,da Britney Spears,Cristina Aguillera e etc....
    Por algum acaso, nao existem gays e ex-gays que gostam de Rolling Stones? Que gostam de Beatles?Que gostam dos Bee Gees? Que gostam do Nirvana?
    Todo gay gosta de maquiagem?Todo gay tem gostar de Madonna, Britney e Lady Gaga? Será isso mesmo? Com certeza que não! será que gay nao gosta de carros tambem?
    A questão é que muita gente não se identifica com o meio GLBT, como o cara do comentário acima e tantos outros.O meio gay quer passar uma ideia de padronização, como se todos dentro deles fossem iguais, gostassem das mesmas coisas, das mesmas pessoas! Só que padronização nao existe pq ninguém é igual a ninguém. E por causa desses caras que sao afeminados que o pessoal pensa que todas que estão gays são desse jeito e isso não é verdade!

    Ex-gay, ainda nenhum ativista chamou esse psiquiatria de homofóbico. Eles chamaram de homofóbico o psiquiatra Dr. Eduardo Adnet que atende em Curitiba.
    Ele mesmo, conforme ta escrito num dos textos dele, tem parentes que estao sofrendo com o problema!

    O texto desse psiquiatra de Santa Maria tá ótimo! Pena que ele não vai ter espaço na grande mídia! E muito menos o dr Eduardo Adnet!

    Pois é, ex-gay! A esperança no futuro pode ser esse mapeamento do cérebro que os cientistas estao fazendo, o conectoma humano!Esse mapeamento vai terminar lá por 2024.
    Concordo com o comentario acima, esses gestos, essas girias, precisa ficar falando essas gírias pra todo mundo? Uma outra coisa que eu detesto são as mulheres que adoram dizer e estufam o peito: Ahhh, o meu amigo gay! Eu tenho um amigo gay. O meu amigo gay....Elas dizem que os gays sao os melhores amigos delas. Aí eu pergunto: Qual tipo de gay? Os afeminados, é claro. Gay é amigo de mulher? Amigo de mulher sao os gays afeminados e afetados, os masculinizados e nao afetados nao sao os melhores amigos delas, os gays masculinizados nao dao pinta e sao amigos de homens heterossexuais.

    Alias, sao os gays masculinizados e machoes que elas mais poem o olho! Sao esses que elas mais cobiçam e querem ter um caso!

    no mais, bom o comentário do anonimo aí de cima!
    legal esse blog, gosto bastante dele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu estava na vida gay, lá no comecinho quando era bem afeminado, tinha uma menina que trocava de roupa na minha frente, ficava nua mesmo, e ela adorava ter "um amigo viado". Elas sentavam no meu colo, pegavam no meu "amigão", hehe. Hoje, por não entenderem, pensam muito no que fizeram. O testemunho que eu posso dar dessa fase é que esses tipos de mulheres que têm amigos gays, em sua maioria, querem eles apenas como palhaços para sorrirem das suas piadinhas nojentas, e da sacanagem que falam. Nas costas metem a lenha! Ainda bem que amadurecemos e damos um verdadeiro sentido pra nossas vidas.

      Excluir
  6. Estou gostando muito desse blog ele fala tudo sobre o tema, li todo o texto e concordo que confessar nossos pecados a Deus é algo que nos ajuda sempre a estarmos mais próximos e mais limpos diante Dele, mas agora essa de confessar os pecados aos outros não acho mtoo legal e tenho meus receios, pois no inicio da caminhada com Cristo cheguei a fazer isso e no final das contas me arrependi pois sei que essas pessoas não guardaram tanto segredo assim e tbm pessoas da igreja não sabemos se podemos confiar assim 100% porque essas pessoas conhecem pessoas que tbm nos conhecem, no meu caso diferente de vcs é que não falo pra ninguém isso sobre minha sexualidade falei pra minha mãe uma vez mas foi só uma vez mesmo porque sempre que tento novamente conversar com ela sobre isso acabo me sentindo mal e não tendo coragem de tocar no assunto, mas eventualmente ela me pergunta quando vou ''arrumar namorada'' e fico completamente sem jeito com essa pergunta mas concordo que tbm é importante termos alguém para vomitarmos tudo pra fora e nos ajudar em oração e sei que esse alguém é minha mãe pois sei que ela depois de Deus é a unica que confio de verdade, sou um pouco desconfiado mas quero que vcs postem mais coisas no blog estou gostando e esta me ajudando mtoo

    Bjs:by Luan.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luan obrigado por seu comentário. No nosso início com Cristo somos imaturos mesmo, pensamos que todo mundo está buscando santidade, está vivendo de fato como Cristão, mas com o tempo descobrimos que há mais religiosos dentro das igrejas que cristãos de verdade. As partes íntimas, íntimas mesmo, da sua vida conta pra quem você percebe aquele "brilho do Espírito", que vc sabe que vai orar por você, e vai ser uma oração eficaz. Pros demais, desconhecidos do panfletinho, se conseguir fale que quer deixar de ser homossexual, vai que algum deles é justo diante do Senhor - valeu a pena ter falado. E você não se expôs literalmente. Eu insisto nisso porque sei o poder que tem verbalizar uma vontade interior. Ahh, sua mãe é como se fosse minha irmã então na história. Se eu fosse você seria muito, muito transparente com ela. Deus já me deixou claro que homossexualidade e demais desvios do "padrão" é culpa dos pais, da criação. Você tem que perdoá-los e pedir perdão. Ela tem que arrepender-se pelo erro que ela provavelmente nem sabe quando cometeu e orar direcionada à sua questão. Ai no meio disso tudo vai ter fé, perdão, ousadia... meu fi... só esperar o tempo de Deus! \0/

      Excluir
  7. No meu caso, acho que só comecei desenvolver homossexualidade depois dos 14 anos, quando sofri uma tentativa de estupro (não concretizada). Antes disso, tinha certeza que só gostava de mulher. Aos poucos por causa desse episódio, fui me direcionando mais a gostar de homem, do que mulher. Ainda no fundo (ao menos), sinto algo por mulher, só que bem menos que do que por homem.. Quanto a criação, não posso dizer que meus pais me influenciaram, pois cresci num lar em que somos em 4 filhos (todos homens), logicamente, não houve feminilização por causa disso. Além disso, vejo meu pai como um exemplo masculino para mim. Mesmo, ele por exemplo, sendo muito mais liberal e sem preconceitos com homossexuais que minha mãe (e olha que ele é filho de militar). O complicado de contar no meu caso, certamente não seria o meu pai, mas sim minha mãe que é homofóbica demais. Se não fosse ela, já tinha contado faz tempo.

    Eu sou o anônimo que reclamou dos afeminados logo lá no começo. Eu sou o cara que odeia o universo Gay, e que não se sente nem um pouco pertencente a causa, apesar de ser um.

    Eu preciso realmente vomitar meus pecados, diante de Deus e alguém confiável. Queria falar com meu pai que é um amigão e não é nada homofóbico. Mas o entrava é a minha mãe mesmo. Ah meus irmão, são sem preconceitos também.

    O que me falta é ter uma base por onde começar a orar, a ler na bíblia. Podia ser feito um post sobre isso. Por onde começar (na bíblia), e depois em ações.

    Obrigado pelo blog, autor. Não ligo pro que a sociedade fala, e sim de que sim, é possível sim mudar. Deus TJ!

    ResponderExcluir
  8. Ex-gay vou contar pra você e os outros desse site o meu caso quanto à homossexualidade. Leiam o meu texto abaixo:

    Eu só uma pessoa que tem fortes desejos homossexuais! No meu caso,eu to há pouco mais de três anos sem praticar o ato,ou seja,sem sair com homem!Eu não pratico o ato, mas todo o dia eu fico vendo homens pelados na internet e fico vendo pornografia gay na net e me masturbando com os vídeos!
    Para tu ter uma ideia,na minha infância, eu tinha fobia social,ou seja, uma timidez exagerada, eu tinha medo e alergia de me relacionar com pessoas!Além disso, na infância, eu sofri muito bullying na escola, sofri uma perseguição violenta por parte dos meninos! Mexiam comigo, me incomodavam e a escola pra mim foi um verdadeiro inferno!Além disso, nunca gostei do meu pai,nunca me dei bem com ele, porque ele sempre foi um homem bravo,muito irritado e muito neurótico!Qualquer coisa que eu fazia ele dizia que ia me bater e me surrar,sempre me ameaçava!Eu tive e tenho um pai hostil e briguento até hoje! Não consigo gostar, e nao gosto de futebol e nunca gostei de futebol! Na escola,eu sempre fiquei e brinquei no meio das meninas e não dos meninos!A unica diferença pro meu caso é o seguinte: Eu nunca sofri abuso sexual na infância! Nunca namorei ninguem, nem homens e nem mulheres!Eu ainda tenho medo de falar pra minha familia que eu tenho esses desejos!
    Nunca beijei uma mulher na boca!Até hoje só beijei homens! O meu caso de homossexualidade é o pior de todos! É o mais acentuado, pois eu nunca tive nada com ninguem!
    Só que o pior não é isso! No meu caso, eu tenho medo de mulher, tenho uma preguiça enorme em conquistar,em chegar em alguem do sexo oposto!Ao mesmo tempo que eu tenho medo delas ou tenho falta de interesse nelas, eu fujo delas e as vezes até tenho inveja delas e as vezes até ódio! Mas eu não tenho nada contra elas!Também tenho medo de chegar numa festa, tentar ficar alguma mulher e levar um fora dela!
    Eu acho que eu sou Ginecofóbico! O que é isso? Ginecofobia é o medo patológico ou doentio de mulheres! A ginecofobia pode ser uma das causas da homossexualidade masculina, porém em alguns casos não em todos!
    É assim: Por exemplo, eu sempre gostei de ver TV.Sempre assisti novelas e filmes!
    Vamos pegar um exemplo: Em um filme, sobre a alta sociedade ou sobre pessoas muito ricas, geralmente um cara que é rico tenta namorar uma mulher que é pobre e a família é contra esse relacionamento! A primeira a implicar e tentar acabar com esse relacionamento é a mulher.A mulher diz: EU SOU CONTRA ESSE RELACIONAMENTO,NÃO ACEITO QUE O MEU FILHO NAMORE ESSA POBRETONA, POIS ELA NÃO FAZ PARTE DO NOSSO NÍVEL SOCIAL! Enquanto que o homem não tem essas frescuras e aceita melhor esse relacionamento! No fundo eu acho o seguinte, eu não acho os homens frescos, complicados e cheios de mania quanto as mulheres!Uma outra coisa: Sempre fui mais agarrado com a minha mãe e ela sempre falou o seguinte:Olha Lucas, aquela mulher tal é nojenta, é asquerosa, é bem antipatica, nao olha na cara de ninguem! Mas a minha mãe nunca me falou isso de homens!Eu perguntei pra ela: Mãe , existe mais mulher que é antipática ou homem que é antipatico? A resposta: Mulher que é antipática!Aí eu via essas cenas na TV e imaginava e imagino que todas as mulheres são como eles mostram na TV e isso contribui para que eu me afaste cada vez mais delas! Talvez um dos meus problemas seja a desconfiança e as ideias erradas que eu tenho em relação ao sexo oposto, do que propriamente a falta de atração por elas!

    ResponderExcluir
  9. Penso eu o seguinte: Que a homossexualidade é um transtorno de personalidade, que é uma maneira disfuncional da pessoa ser!Não é uma doença, pois transtornos de personalidade são formas da pessoa ser ou estar! Tem muitos estudos buscando uma causa biológica e até genética para o comportamento sexual, outros estão buscando se o homossexual tem alguma coisa de diferente no cérebro, mas até agora não chegaram a uma conclusão definitiva!
    Porém, existem poucos ou pouquissimos estudos traçando um perfil psicológico ou de personalidade homossexual.Um desses perfis poderia ser o seguinte: Baixa auto-estima, abusos sexuais e traumas na infancia, medo, fuga, ódio e dificuldades de relacionamento com o sexo oposto, narcisismo e egoísmo doentio, inabilidade e dificuldade de manter relacionamentos de longo prazo, traições, infantilidade, muitas vezes se acompanham quadros clínicos de depressão, ansiedade e transtornos do humor, paranóia,neurose e uma auto-compaixão e uma auto piedade excessiva.Isso quer dizer:
    Como a sociedade é cruel! Como a sociedade é homofóbica! A culpa de todos os problemas dos gays é a homofobia!O homossexual egodistonico tem homofobia internalizada e todos esses discursos infantis!A tendencia de culpar o mundo pelos nossos proprios problemas!O problema maior da homossexualidade é a homofobia ou a promiscuidade sexual e a dificuldade de manter relacionamentos de longo prazo? A promiscuidade sexual e a inabilidade de manter relacionamentos de longo prazo! Tudo isso que eu te falei, baixa auto-estima, narcisismo doentio,ciumes, e etc não são a causa da atração pelo mesmo sexo são a consequencia! No relacionamento de dois homens, como eles nunca tem a mesma personalidade e o jeito deles serem é incompativel, os relacionamentos nunca duram! Na maioria das vezes, atraves do sexo com multiplos parceiros, isso é uma tentativa de se preencher uma carencia afetiva, um vazio e encontrar alguma coisa que nunca vai se achar!
    Os transtornos de personalidade podem vir ou não acompanhados da atração pelo mesmo sexo! Um exemplo é o transtorno de personalidade histrionica que é mais ou menos o seguinte:
    Exibem um padrao exagerado de teatrilidade!
    Tendencias a auto-vitimização e auto-compaixao, ou seja, de culpar o mundo, a sociedade, as pessoas no caso, por todos os problemas que o homossexual passa!
    Infantilidade!
    Dramatização! Tendencia a ser dramatico!

    ResponderExcluir
  10. Oi ex gay me chame de( MJ pop) pra não ficar totalmente anonimo, sou o cara de 41 ANOS que falei contigo assim.Como pode um ex gay sentir atração por mulher e vc respondeu no final se ouvesse desejo de largar não faltaria combustivel.Bom eu queria saber um pouco de você como foi a experiência. Pois uma coisa que não vejo algum ex gay dizer é como lidar com o desejo de masturbacao e como ae alto libertou .Claro com a ajuda de Deus mas e quanto a parte da própria pessoa ? Seria por acaso como estou fazendo? Eu estas últimas semanas depois que conheci seu maravilhoso blg e assistido o pisicologos disendo que ey um costume adquirido eu tenho despresado o meu lado gay como alguém despreza uma pessoa com raiva. Estou no caminho certo ? Um forte abraço e que nosso Jesus te abençoe mais e mais

    ResponderExcluir
  11. Olá exgay.Tudo bem meu irmão? Desculpe os erros ortográficos pois estou digitando pelo celular. Exgay preciso saber como vc lidou com asd tentacoes , as infeliz vontade de se masturbar que pra mim é o pior. Deixar de transar é facil mas a masturbacao é difícil pois você sabe os testículos fabricam esperma constatemente .Sou o cara de semana passada de 41 anos que falou com vc.um forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! ouça o áudio que está no canal do Youtube: Willy Torressin: Os Frutos do Permanecer O resultado do Caminhar. Ele fala de masturbação.

      Excluir


Postagens populares

Contador de Visitas

VISITE TAMBÉM: